square_brothers_seletiva-rocknbeer

Square Brothers é a primeira finalista da Seletiva Rock´n Beer

square_brothers_seletiva-rocknbeer

Foto: Vinícius Oliveira/Mercado Pirata

O Mercado Pirata, em Balneário Camboriú, ficou lotado na noite de domingo para a primeira etapa semifinal da Seletiva Rock´n Beer. Com apresentações enérgicas e que botaram o público pra dançar, as bandas Jonas, Herméticca e Square Brothers mostraram a qualidade do rock autoral produzido na região.

Com uma votação apertada dos jurados, a banda de blues de Balneário Camboriú Square Brothers foi a que obteve a melhor média e se classificou para a grande final, que acontece no palco principal do Festival Rock´n Beer, no dia 15/09, no Centreventos Itajaí.

Próxima etapa

A próxima etapa é já nesta quarta-feira, às 20h, no Stannis Pub, em Itajaí. As bandas Commando 47, Stall The Orange e Alter Ego apresentam suas composições e uma delas sairá com uma vaga na grande final.

A Seletiva Rock´n Beer tem o apoio do Estúdio J, que vai gravar um single da grande vencedora da Seletiva com a produção de um making of do Válvula Rock.

Para ver as fotos da primeira etapa da Seletiva Rock´n Beer, confira o álbum na página do Mercado Pirata: https://www.facebook.com/pg/mercadopiratabc/photos/?tab=album&album_id=2159152477661762

facebook_festival_valvula_rock_02_12

Válvula Rock comemora 10 anos com festival beneficente em Itajaí

facebook_festival_valvula_rock_02_12

Completando uma década em 2017, a produtora de shows Válvula Rock realiza no dia 2 de dezembro mais uma edição do Festival Válvula Rock, desta vez no Centreventos Itajaí, com a apresentação de seis bandas catarinenses. O festival conta com o apoio da Fundação Cultural de Itajaí, através do edital de Eventos Comunitários, e tem um caráter beneficente. A entrada para o público é a doação de um brinquedo em bom estado, que será distribuído em comunidades carentes da cidade no período do Natal.

A realização do Festival Válvula Rock neste formato já é tradicional em Itajaí e vai para a sua quinta edição, sempre no final do ano e com arrecadação de brinquedos. Com o intuito de incentivar a produção local, o Festival deste ano terá quatro bandas de Itajaí: Hot Rats, Yellow Box, Ninguém Sabe e Silêncio de Chumbo. Mais dois artistas catarinenses são os convidados para completar a escalação: Marzio Lenzi, lageano radicado em Balneário Camboriú, e Marujo Cogumelo, que vem de Xanxerê, no Oeste do Estado. Além dos shows, o festival contará ainda com área de gastronomia e bazar e com o stand da cervejaria Stannis.

Sobre o Válvula Rock

Fundado em Itajaí pelos irmãos Anderson e Flavio Oliveira, o Válvula Rock surgiu em 2007, com o intuito de produzir shows de bandas autorais no Litoral Norte Catarinense. Ao longo destes 10 anos, foram mais de 50 eventos e 100 artistas diferentes que já passaram pelos eventos da produtora, entre nomes catarinenses, nacionais e estrangeiros. A produtora também assina a realização do Festival Rock´n Beer, que acontece anualmente em setembro no Centreventos Itajaí e é referência no Estado.

Além dos shows, o Válvula Rock também tem um selo virtual, em que disponibiliza discos de artistas catarinenses para download gratuito pelo site www.valvularock.com.br. Das bandas que participarão do Festival neste ano, apenas Marzio Lenzi e Silêncio de Chumbo não tiveram álbuns lançados pelo Válvula Rock ainda.

As bandas

Marzio Lenzi Trio
A primeira atração confirmada para o Festival Válvula Rock é o músico Marzio Lenzi. Lageano radicado em Balneário Camboriú, Marzio é uma das maiores referência quando o assunto é rock catarinense, com mais de 20 anos de estrada. Em seu show apresenta o melhor do blues rock presente em seus álbuns solo.
Meses atrás um incêndio destruiu o estúdio e instrumentos do Marzio em Balneário, e sua participação nesta edição do festival é também a forma encontrada pelo Válvula Rock para apoiar este grande músico de nosso Estado.

Yellow Box
Filhos da terra, os itajaienses da Yellow Box lançaram neste ano o seu segundo disco de estúdio, Dirty Secrets, em parceria com o selo virtual do Válvula Rock (www.valvularock.com.br/yellowbox). Além do novo show, o experiente grupo traz ao Festival Válvula Rock também a velha/nova formação em quarteto, após anos se apresentando como trio.

Ninguém Sabe
A Ninguém Sabe é outra velha conhecida dos palcos de Itajaí e região que está confirmada no Festival Válvula Rock. O quarteto é garantia de muita energia e rock brasileiro por onde passa e em dezembro não será diferente. O primeiro disco da banda também foi lançado em parceria com o selo virtual do Válvula Rock (www.valvularock.com.br/ninguemsabe).

Marujo Cogumelo
De Xanxerê, no Oeste do Estado, a Marujo Cogumelo é mais um nome bastante rodado do rock catarinense, mas que chega pela primeira vez ao Festival Válvula Rock. A banda traz na bagagem o elogiado disco Hiato, do ano passado, lançado em parceria com o selo virtual do Válvula Rock (www.valvularock.com.br/marujocogumelo). Com uma mescla de influências, sem perder a aura vintage que a tornou conhecida, a Marujo Cogumelo é certeza de um grande show!

Hot Rats
Se tem um power trio que está fazendo tremer os palcos de Itajaí e região, este grupo atende pelo nome de Hot Rats. Conhecida pela forte pegada rock´n roll, a banda itajaiense leva o ouvinte de volta aos anos 70 em seus shows, com perfeição na execução das músicas. Neste ano lançou em parceria com o selo virtual do Válvula Rock o seu primeiro disco, Magnolia (www.valvularock.com.br/hotrats), que transmite para o estúdio a energia peculiar dos palcos.

Silêncio de Chumbo
Mais uma banda itajaiense escalada para o Festival Válvula Rock, a Silêncio de Chumbo traz em seu DNA boas doses de punk rock e rock nacional, aliados ao discurso afiado que é característica destes dois estilos, repleto de críticas sociais.

valvula_rock_10_anos_face

Válvula Rock completa de 10 anos na produção de shows no Litoral Norte Catarinense

valvula_rock_10_anos_face

O dia 13 de maio pode ser considerado um marco para a música autoral e independente no Litoral Norte de Santa Catarina. Foi nesta data, há dez anos, que acontecia a primeira edição do Festival Válvula Rock, evento que lançava a produtora Válvula Rock, de Itajaí, fundada pelos irmãos Anderson Davi e Flavio Roberto. De lá para cá, foram mais de 40 eventos realizados, promovendo a circulação de bandas nacionais e internacionais pela região, além de abrir um grande espaço para os artistas locais mostrarem seu trabalho.

Com base na data do seu primeiro evento, o Válvula Rock comemorou no último sábado dez anos de fundação e em plena atividade. Atualmente o carro chefe da produtora é o Festival Rock´n Beer, que surgiu em 2013 em sociedade com dois sommeliers de cervejas e hoje é uma referência tanto para a música, quanto para o mercado das cervejas artesanais no Sul do Brasil.

Além do já tradicional festival, que acontece anualmente em setembro no Centreventos Itajaí – neste ano será nos dias 8 e 9 – o Rock´n Beer também assinou recentemente a realização do Balneário Beer Week, em parceria com o Balneário Shopping. O sucesso do evento que uniu cervejarias artesanais e shows de rock no espaço Trends do shopping foi tamanho que o formato deve se expandir para outras cidades do Estado em breve.

O Válvula Rock também trabalha em seu selo virtual, que disponibiliza discos de bandas catarinenses para audição e download gratuitos através da sua página: www.valvularock.com.br. O próximo lançamento – marcado para final deste mês – será da banda itajaiense Hot Rats, que também deve inaugurar uma nova etapa na história da produtora.

Além da divulgação do álbum Magnolia, o Válvula Rock ficará responsável pelo agenciamento de shows e outras ações na área de comunicação do trio formado por experientes músicos locais. Mais bandas da região devem entrar em breve para o cast da produtora.

Os planos para o seu 10º ano não param por aí no Válvula Rock. A produtora ainda pretende lançar uma sessão especial em seu site, a ‘Caixa Preta’, com a relação de todos os eventos que já produziu. Outra novidade pode ser a volta do Festival Válvula Rock, evento que ganhou caráter beneficente nos últimos anos, arrecadando brinquedos para crianças carentes no Natal e, desta forma, proporcionando shows de bandas locais e de outros Estados em Itajaí sem cobrança de ingresso.

História

O primeiro Festival Válvula Rock aconteceu no antigo John Bull Pub, na Praia Brava, em Balneário Camboriú. Com seis bandas, as principais atrações eram Forgotten Boys-SP e Sugar Kane-PR, dois nomes de peso no mercado independente nacional na época. A casa, inclusive, abrigou as primeiras edições do Festival, como a que trouxe pela primeira vez a banda carioca Matanza para Santa Catarina, naquele mesmo ano de 2007.

Alternando entre Itajaí e Balneário Camboriú, o Válvula Rock sempre teve uma proposta bem definida: abrir espaço para as bandas catarinenses mostrarem seu trabalho autoral, mas também proporcionar ao público shows nacionais de alta qualidade. Foi assim que diversos nomes se apresentaram na região, como Tequila Baby-RS, Júpiter Maçã-RS, Wander Wildner-RS, Bidê Ou Balde-RS, Macaco Bong-MT, Black Drawing Chalks-GO, Hellbenders-GO, Apanhador Só-RS, entre outros.

O australiano Jarrah Thompson, conhecido por ter uma carreira de turnês pelo Brasil, também participou em duas oportunidades do projeto Válvula Rock Apresenta, com dois ótimos shows no antigo Greenwich Pub, em Itajaí.

Com o surgimento do Festival Rock´n Beer, as portas para atrações de fora do Estado se ampliaram. Dessa forma, foi possível trazer para a região grandes novidades do rock nacional, como as bandas nordestinas Far From Alaska (RN) e The Baggios (SE). As duas figuram constantemente na escalação dos principais festivais do Brasil e acumulam passagens pelo exterior.

Em 2016 o Rock´n Beer aconteceu em duas edições, somando Blumenau ao roteiro, com um evento na Vila Germânica. A atração escolhida para fechar os dois festivais foi ninguém menos que o Raimundos, nome histórico do rock nacional que apresentou um show repleto de hits para o público. As bandas escolhidas para o Festival Rock´n Beer deste ano serão divulgadas em breve.

forgotten-boys-02

Forgotten Boys, na primeira edição do Festival Válvula Rock

matanza-03

Matanza em seu primeiro show em Santa Catarina

raimundos_rocknbeer_itajai

Raimundos fechou a edição 2016 do Festival Rock´n Beer

jupiter_maçã

Júpiter Maçã se apresentando em Balneário Camboriú

The-Baggios-Foto-Promo-por-Snapic-57e3de2c4d00f

Destaque do rock nacional, The Baggios (SE) se apresenta em Balneário Camboriú nesta quinta-feira

The-Baggios-Foto-Promo-por-Snapic-57e3de2c4d00f

Umas das bandas mais importantes do atual cenário do rock independente brasileiro, a The Baggios, do Sergipe, vem a Balneário Camboriú na próxima quinta-feira, dia 9, para um show no Gas Station Pub (Avenida do Estado Dalmo Vieira, 735)​. O grupo traz para a região a tour do disco Brutown, considerado um dos melhores álbuns brasileiros de 2016 pela mídia especializada. O evento faz parte das comemorações dos 10 anos da produtora Válvula Rock e inicia às 21h, com entrada a R$15. A abertura fica por conta da banda itajaiense Hot Rats.

Essa será a segunda vez que a The Baggios se apresenta no Litoral Norte de Santa Catarina. Em 2015, a banda foi um dos destaques do Festival Rock´n Beer, no Centreventos Itajaí, abrindo o show do grupo gaúcho Tequila Baby. Na época, o duo trouxe a sua turnê de dez anos de história.

Em 2016 a The Baggios lançou o seu terceiro álbum, Brutown, eleito um dos melhores discos nacionais pela mídia especializada como Rolling Stone, UOL, Estadão, Scream & Yell, Tenho Mais Discos que Amigos, e mais de 30 listas. Nos últimos anos o grupo tem participado dos principais festivais do Brasil, como Lollapalooza, Virada Cultural de São Paulo, Porão do Rock, Rec-Beat, Psicodália, além de ter excursionado pelo México.

Na abertura, a itajaiense Hot Rats apresenta suas músicas autorais presentes no disco Magnolia, que será lançado pelo Válvula Rock neste mês de março. A divulgação de álbuns de artistas da região é apenas uma das atividades do Válvula Rock, que está comemorando dez anos em 2017.

A produtora se especializou em realizar shows autorais, abrindo espaço para grupos locais e permitindo a circulação de diversas atrações nacionais pelo Litoral Norte. O Válvula Rock também é responsável pela realização do Festival Rock´n Beer, que neste ano chega a sua quinta edição. Mais informações pelo site: www.valvularock.com.br



 

rocknshot_novembro_2016

Muñoz e mais atrações neste sábado na Praia Brava em Itajaí

A festa Rock ‘n Shot volta com tudo nesse mês de novembro para agitar o Litoral Norte. Neste sábado, dia 26, no Gamboa Pub, na Praia Brava, em Itajaí, é a vez dos shows das bandas Muñoz (MG) e Devilery Chicken (SC), além da discotecagem do Válvula Rock.

O duo mineiro – radicado em Florianópolis – da Muñoz, vem a Itajaí mostrar a força de seu repertório novo, com as canções do disco “Smokestack”, lançado em setembro deste ano. O disco segue a linha de stoner rock com pitadas de blues e psicodelismo.

A atração local Devilery Chicken estreia nos palcos com um repertório de clássicos do rock dos anos 70. E na discotecagem rock entre as bandas é a vez do site Válvula Rock comandar a festa, com muito rock de todos os estilos e vertentes.

O evento começa às 23h. Os ingressos R$20 e podem ser comprados na hora.  Saiba mais no evento do Facebook: https://www.facebook.com/events/1157622574315320/

rocknshot_novembro_2016

discos_2015_home

15 discos catarinenses que marcaram o ano de 2015

Aos 48 minutos do segundo tempo de 2015, o Válvula Rock lança aqui a sua lista de discos que marcaram o ano na música catarinense. Seguindo critérios adotados em anos anteriores, preferimos por não dar notas para os álbuns, por isso eles não estão dispostos em uma ordem de classificação. Esta lista, produzida pelos editores do Válvula Rock, serve para nortear nossos leitores e deixar registrado nos arquivos do portal alguns dos trabalhos que consideramos significativos no rock do Estado neste ano. Não foram incluídos EP´s, com exceção do trabalho do artista Paulo Reis, que dividiu o equivalente a um disco completo em dois.

Antes de apresentar aos leitores a lista oficial, vale registrar que entre bons lançamentos individuais, alguns até surpreendentes, 2015 foi bastante proveitoso para o rock do Estado por fatores coletivos, que podem abrir portas para boas novidades em 2016. É o caso da cena joinvilense, que cresceu consideravelmente em termos de trabalhos lançados e de novas bandas surgindo; a criação do movimento Bandas Organizadas Independentes (BOI) no Litoral Norte, com vários eventos promovidos por mais de 10 grupos unidos; a reabertura do Ahoy! Tavern Club em novo e amplo local em Blumenau; além da manutenção de espaços já estabelecidos em várias regiões de Santa Catarina.

Para o Válvula Rock, também foi um ano de conquistas. Tanto o Festival Rock´n Beer, que chegou a sua terceira edição no Centreventos Itajaí com mais de 4 mil pessoas em dois dias, quanto o Festival Válvula Rock, abriram espaço para quase 20 atrações autorais, a grande maioria do Litoral Norte catarinense. A produtora também promoveu a estreia na região de alguns dos principais nomes da música independente nacional atualmente, como Hellbenders (GO) e The Baggios (SE). Em 2015 também demos continuidade no selo virtual Válvula Rock Discos, que lançou três álbuns para download gratuito (os três inclusos na lista abaixo).

Sem mais delongas, vamos aos discos que marcaram o rock catarinense em 2015 na opinião do Válvula Rock:

Ninguém Sabe
Disco: Ninguém Sabe

Lançado em parceria com o Válvula Rock, ‘Ninguém Sabe’ é um dos melhores álbuns de estreia de uma banda catarinense nos últimos anos. Produzido e gravado no estúdio do grupo por quase um ano, o primeiro disco da itajaiense Ninguém Sabe (que tem quase 10 anos de história) passeia por diversos estilos musicais, sem perder a linha do rock brasileiro da década de 70, em oito faixas muito bem trabalhadas. Com sua poesia mundana, o quarteto (que conta com músicos convidados na gravação) confirma estar em uma grande fase.

Escute e baixe: www.valvularock.com.br/ninguemsabe

Helvéticos
Disco: Hipnose

O sempre ativo Cainã Moreira chegou em 2015 com a Helvéticos, banda que fundou, remodelada. Com novidades na sonoridade a nos integrantes, o grupo trouxe da passagem pelo estúdio da Marquise 51, em Porto Alegre, o álbum Hipnose. Segundo disco completo da banda formada em Bombinhas, o trabalho traz o frontman com ideias mais centradas e a Helvéticos fazendo um som mais encorpado, com bons riffs e uma cozinha segura. Em uma guinada inevitável na sua carreira, o trio passou bem pela prova do segundo álbum.

Escute e baixe: www.valvularock.com.br/helveticos

helveticos - hipnose

Fevereiro da Silva
Disco: Baile Sonhador

Mais de três anos depois de lançar seu álbum de estreia, a banda joinvilense Fevereiro da Silva disponibilizou para o público seu segundo disco: ‘O Baile Sonhador’. O álbum traz onze faixas produzidas em parceria com Rafael Zimath (frontman da banda Somaa) e gravadas no estúdio Prime, em Joinville. Com este trabalho, a Fevereiro da Silva reforça sua versatilidade para flutuar por diferentes estilos, calcados em melodias ora dançantes, ora doces. A maturidade musical apresentada pelo grupo credencia ‘O Baile Sonhador’ a estar nesta lista.

Escute e Baixe: www.fevereirodasilva.com.br

Fevereiro_da_Silva_O_Baile_Sonhador_Capa

Apicultores Clandestinos
Disco: Astronauta do Campo

Com uma milhagem grande pelas estradas catarinenses nos últimos anos, os Apicultores Clandestinos, de Rio do Sul, apresentam um surf music que passa zunindo pelos ouvidos ao longo das onze faixas do seu segundo disco, quase todas instrumentais, sem abrir mão de algumas referências extras, do punk ao indie. ‘Astronauta do Campo’ foi gravado no Ouié Tohosound Studio, em Floripa, e masterizado nos Estados Unidos. O novo trabalho confirma porque o grupo deixa boas impressões por onde passa.

Escute: apicultoresclandestinos.bandcamp.com

apicultores-clandestinos_disco

The Headcutters
Disco: Walkin In USA

Uma turnê de quase um mês pelos Estados Unidos rendeu à banda itajaiense The Headcutters muito mais do que um sonho realizado e 14 shows, em cinco estados diferentes. O grupo aproveitou a passagem pela terra do blues para registrar seu terceiro álbum da carreira, “Walkin’in USA”. O novo disco foi gravado na Califórnia, com produção da banda e de Jon Atkinson, e conta com a participação de artistas americanos, como Big Jon Atkinson e Danny Michel, além de faixas bônus com The Silver Kings (Mark Mumea & Jerry Careaga). É a prova real de que o The Headcutters é uma das maiores referências no Brasil do blues de raiz.

Escute e baixe: https://www.facebook.com/The-Headcutters-127980480593896/app/?sk=app_212095832143742

walkin in usa headcutters

Lenzi Brothers

Disco: Quatro Rodas no Chão

Quatro Rodas no Chão é o sétimo disco da Lenzi Brothers, que já tem mais de 15 anos de carreira. Produzido no home studio de Steffan Duarte, primo dos brothers, na casa de um tio deles, Quatro Rodas no Chão registra de forma “caseira” a pegada blues rock da Lenzi, com os marcantes riffs de Marzio dando o tom ao longo de 14 faixas.

Escute: www.soundcloud.com/lenzibrothers

 

4 Rodas no Chão Lenzi Brothers

Paulo Reis
Disco: Os Covardes Não Vão Para o Céu

Do indie rock ao erudito, Paulo Reis, músico e compositor de São Francisco do Sul, mostra um leque de referências e boas canções em seu novo trabalho, o EP duplo “Os covardes não vão para o céu”. Dividido nos volumes ‘Queda’ e ‘Pardal’, o projeto tem 13 faixas e levou mais de um ano para ser concluído. O resultado merece uma audição atenta.

Escute: www.soundcloud.com/eupauloreis

paulo_reis

Havana Hookers
Disco: Assemble

Formada por músicos experientes da cena hardcore do Vale do Itajaí, a Havana Hookers estreia com um disco que cumpre a risca os objetivos do trio: gravar um álbum que remeta às suas principais referências do punk rock dos anos 90. Da primeira a última faixa, Assemble não deixa a peteca cair e vai agradar a quem procura um pouco de nostalgia ou quem ainda está em busca o sentimento de liberdade e diversão que o estilo proporciona.

Escute e baixe: www.valvularock.com.br/havanahookers

havana_hookers_capa

Caraudácia
Disco: Caraudácia

Banda “sensação” da música na capital, a Caraudácia faz jus aos elogios que tem recebido com o disco de estreia homônimo. Produzido graças a uma campanha de financiamento coletivo, o álbum é o que mais se distancia do rock e suas vertentes nesta lista, mas merece nossa citação. Da mesma terra de grandes nomes da música catarinense (que não são genuinamente do rock) como Dazaranha e Tijuquera, a Caraudácia faz um caldo de referências, se apropriando de um “quê” regional, e mesclando com samba, música latina, pop e afins.

Escute e baixe: www.caraudacia.com.br

caraudacia

Rascal Experience
Disco: Rise

Destaque da cena indie rock catarinense, a banda Rascal Experience lançou neste ano seu primeiro disco completo. Com 11 faixas, ‘Rise’ irá agradar aos ouvidos de quem gosta de uma já não tão nova safra do rock, como The Strokes e Arctic Monkeys. Gravado no home studio do guitarrista e vocalista Victor Fabri, o trabalho ganhou a masterização na Casa do Lampadinha, em São Paulo.

Escute: www.soundcloud.com/rascalexperience/sets/rise

rascal experience

Nelsons Trap
Disco: Fast and Foward

De um projeto de dois amigos que se correspondiam a distância, enviando partes de música pela internet, a um dos discos catarinenses mais surpreendentes de 2015, se passaram alguns anos. A Nelsons Trap, que se divide entre a Serra Gaúcha e o Litoral Norte de Santa Catarina, traz em ‘Fast and Forward’ uma boa mistura entre hardcore e country, com um pé no folk. Gravado no Estúdio S, em Itajaí, o álbum conta com 11 faixas e foi lançado pelo selo do próprio grupo, chamado de Dogs in the Town.

Escute: www.soundcloud.com/nelsons-trap

nelsonstrap

Etílicos e Sedentos
Disco: 88350-000

Prestar uma homenagem a história do rock autoral de Brusque é o objetivo da banda Etílicos e Sedentos com o álbum “88350-000”, título que faz referência ao CEP da cidade. O quarteto faz neste trabalho 12 releituras de músicas de bandas como Pulsação, Galáxia, Ricardo Silva, Claviceps Purpúrea, Cabeça de Mente, Subversos, Afarte, Bêrsadi, Híbridos e Bandeira Federal. Produzido no estúdio Pimenta do Reino, em Floripa, o disco tem uma proposta diferente e ao mesmo tempo louvável por parte dos seus idealizadores.

Escute: www.soundcloud.com/etilicosesedentos

etilicos_e_sedentos

Uhul
Disco: Os Campos de Puro Malte

O terceiro disco de estúdio da banda joinvilense Uhul se chama “Os campos de Puro Malte” e traz quinze faixas que repetem a fórmula já conhecida do grupo: uma mistura de hardcore com música típica alemã, regada de muito bom humor e letras sobre cerveja e diversão. Em um Estado marcado pela tradição germânica, a Uhul é um expoente do estilo, tanto é que animou várias noites de Oktoberfest neste ano.

Escute e baixe: www.bandauhul.com.br/discografia

os-campos-de-puro-malte-uhul

Xei
Disco: #320 on Hart Street

Alexei Leão ficou conhecido no Estado como produtor do estúdio AML e vocalista da banda de heavy metal Stormental, que tem no currículo excursões pela Europa. Em seu primeiro trabalho solo, o músico aproveitou sua estadia em Nova York, onde aprimorou seus conhecimentos como engenheiro de som e produção, para gravar um álbum acústico. Quase todo em voz e violão (salvo o uso de outros instrumentos em alguns trechos), as melodias até remetam as linhas de metal, mas o que se encontra no trabalho de Xei é um folk muitas vezes melancólico e nada agressivo.

Escute: www.soundcloud.com/alexeileao

XEI Capa #320

Taunting Glaciers
Disco: Threshold

Distorções e melodias se confundem no disco de estreia da banda blumenauense Taunting Glaciers. O álbum ‘Threshold’ foi inteiramente gravado pelo frontman Roberto de Lucena e traz uma mescla de post-hardcore com shoegaze de início ao fim. Lançado pelo selo paulista Hearts Bleed Blue, o trabalho conta com 10 faixas e tem colocado a banda no mapa do cenário alternativo brasileiro.

Escute: www.tauntingglaciers.com/play

taunting glaciers

water_rats-ok

Hellbenders (GO) e Water Rats (SP) fazem show único no Estado em Itajaí neste sábado

A festa Válvula Rock Sessions está de volta neste sábado, dia 12, na Praia Brava, em Itajaí. O evento idealizado pelo Válvula Rock com o objetivo de facilitar a circulação de artistas nacionais e internacionais pela cidade, retorna com uma tour exclusiva em Santa Catarina: a banda goiana Hellbenders e os paulistas da Water Rats trazem para o palco do Catarina Surf Bar, no canto da Lagoa, muito peso e distorção, reconhecidos internacionalmente.

Além dos dois grupos, que fazem de Itajaí o único ponto de parada para a sua tour no Estado, a festa contará ainda com a abertura da banda Havana Hookers, divulgando oficialmente seu primeiro CD, “Assemble”, lançado em parceria com o Válvula Rock (www.valvularock.com.br/havanahookers). Além dos shows, quem comanda a discotecagem é Júnior Sofiati.

Os ingressos antecipados custam R$15 e na hora R$25. Eles podem ser adquiridos em Itajaí na Beer House (Av. Marcos Konder, 950) e em Balneário Camboriú no Wagners Europa Lanches (Rua 2400, nº220) e na Three Cool Cats (Av. Brasil, nº820). Devido à procura de outras regiões do Estado, o Válvula Rock também está fazendo reservas de ingressos via depósito bancário. Os interessados devem entrar em contato pelo Facebook: www.facebook.com/valvularock.

Conheça as bandas

Hellbenders

hellbenders_ok

Diretamente de Goiânia surge a grande banda do cenário Stoner Rock brasileiro. A Hellbenders é destaque nos principais festivais nacionais. Seu primeiro disco, “Brand New Fear” foi produzido por Carlos Eduardo Miranda, e rendeu uma turnê americana à banda, tocando no grande festival South By Southwest, em Austin, Texas. O Segundo disco da banda, ainda não lançado, foi gravado no famoso estúdio “Rancho de La Luna”, no deserto da Califórnia, por onde já passaram bandas como Foo Fighters e Queens Of The Stone Age, e teve produção de David Catching (Eagles of Death Metal).

Water Rats

water_rats-ok

A banda Water Rats é formada por ex-integrantes de bandas conhecidas do cenário nacional do punk e hardcore, como Swallow The Waffle e Sugar Kane. Considerada pela mídia especializada uma das revelações do underground nacional, a banda acaba de voltar de Seatle, onde gravou um EP com Jack Endino, produtor de bandas como o Nirvana, e teve ainda a participação de Thurston Moore, do Sonic Youth. A gravação nos EUA é destaque nesse mês na revista Rolling Stone.

Havana Hookers

havana_hookers

A estreante Havana Hookers é formada por conhecidos da cena hardcore de Santa Catarina, de bandas como Calvin e Display. O primeiro disco da banda, “Assemble”, foi lançado no fim de outubro pelo selo Válvula Rock Discos, e está disponível para donwload gratuito (www.valvularock.com.br/havanahookers). O punk rock da Havana Hookers é divertido e agitado, ótimo para pogar, cantar e dançar.

festival_title

Festival Válvula Rock será no dia 1º/11, em Itajaí

O Festival Válvula Rock já tem data para acontecer em 2015: será no dia 1º de novembro, na Praia Brava, em Itajaí. Com apoio da Fundação Cultural da cidade, o evento mantém o caráter beneficente de outros anos. A entrada será apenas um brinquedo novo ou usado (em bom estado). As atrações já estão definidas e começarão a ser divulgadas na tarde desta quinta-feira através do Facebook da produtora: www.facebook.com/valvularock.

falta_um_mes(1)

 

2014 (1)

Festival Rock’n Beer, em Itajaí, já tem data para a edição 2015

2014 (1)

Os apaixonados por rock autoral e cerveja artesanal já podem se programar, pois foi definida a data da terceira edição do Festival Rock’n Beer. Após o sucesso em 2014, o evento será realizado nos dias 11 e 12 de setembro, no Pavilhão Central do Centreventos Itajaí, espaço que comportará o dobro do público, estimado em seis mil pessoas. As inscrições para as empresas que tiverem interesse em participar abrirão a partir da próxima segunda-feira (18/5), através do site, e seguem até dia 5 de junho. Neste ano, o festival contará com 16 cervejarias artesanais, dois espaços para bebidas não alcoólicas, seis para gastronomia e mais cinco estandes para vendas de artigos cervejeiros, vestuário e produtos voltados ao tema da festa.

Além do espaço geral que será cinco vezes maior do que da edição passada, a grande novidade e surpresa para 2015 será a participação de bandas de renome do rock nacional, que serão divulgadas em breve. Seguindo a tradição do festival, bandas locais também terão espaço para mostrar seus trabalhos autorais. “Nós temos uma equipe responsável por escolher as bandas que participarão e o principal critério de seleção é o rock autoral. Santa Catarina é um berço de bandas de rock de qualidade e eventos como o Rock’n Beer são importantes para este estilo musical”, afirma um dos responsáveis pelo projeto, Flavio Roberto.

Sobre o Rock’n Beer

O Festival Rock´n Beer foi criado pelo clube cervejeiro Give Me a Beer e a produtora de eventos Válvula Rock, com a proposta de unir as especialidades de cada um em um único evento: as cervejas artesanais e a música autoral, respectivamente. Considerado uma iniciativa inédita em Itajaí, quando surgiu em 2013, o Rock´n Beer já se tornou uma referência nos dois segmentos, abrindo portas para expositores e bandas também em outros eventos de grande porte da região. Além de muita diversão e cervejas de altíssimo padrão, premiadas em concursos internacionais, o Festival oferece toda a infraestrutura de segurança, estacionamento e atendimento. A experiência de estar no Rock´n Beer faz com que ao término de uma edição, público, expositores e organização já comecem a se preparar para a próxima.

forgotten-boys-02

Oito shows nacionais e internacionais que marcaram a história do Válvula Rock

No dia 13 de maio de 2007 era lançado oficialmente o site Válvula Rock. Junto dele, veio também a primeira edição do Festival Válvula Rock. Realizado no John Bull Pub, em Balneário Camboriú, o evento foi marcado por vários shows de bandas locais e também a presença de Sugar Kane (PR) e Forgotten Boys (SP).

Dali em diante, nascia a produtora que após oito anos de serviços prestados, conta com um currículo de mais de 40 eventos. Além de abrir espaço para artistas catarinenses mostrarem seu trabalho no Litoral Norte, o Válvula Rock tornou-se um articulador importante para que bandas do Brasil inteiro e até do exterior pudessem circular pelo Estado. Para celebrar este aniversário de 8 anos, preparamos uma lista de oito shows nacionais ou estrangeiros produzidos pelo Válvula Rock que ficaram na nossa memória.

8º – Jarrah Thompson Band (Austrália)
20/08/2013

O músico australiano Jarrah Thompson já circulou algumas vezes pelo Brasil e esteve de passagem pela festa Válvula Rock Session em duas oportunidades no ano de 2013. Nas duas ocasiões o show foi no Greenwich Pub, em Itajaí, e igualmente positivo. Acompanhado de uma banda formada em sua maioria por competentes músicos brasileiros, o australiano soube cativar a plateia com carisma e música de altíssimo nível.

7º – Far From Alaska (RN)
05/09/2014

Um dos principais nomes do rock independente brasileiro atualmente, a Far From Alaska foi a única atração nacional do Festival Rock´n Beer de 2014. Mesmo em sua primeira passagem por Santa Catarina, os natalenses provaram já contar com um grande número de fãs por aqui. Fizeram um show potente, com grande performance coletiva, em especial da vocalista Emmily Barreto, que quase derrubou as paredes do espaço anexo do Centreventos, em Itajaí.

6º – Tequila Baby (RS)
09/03/2008

Em uma parceria inédita com a Barba Ruiva Produções, de Blumenau, o Válvula Rock coproduziu em 2008 o Festival Supra-Sumo. O evento mobilizou uma legião de fãs catarinenses da banda gaúcha Tequila Baby, que lotaram o JB Pub, em Balneário Camboriú, para cantar vários clássicos do punk rock sulista, sob o comando do vocalista Duda Calvin. Só faltou o Marky Ramone.

SONY DSC

5º – Black Drawing Chalks (GO)
17/09/2011

Em alta na mídia e em festivais pelo Brasil e pelo mundo na época, os goianos do Black Drawing Chalks passaram pela primeira vez por Balneário Camboriú no projeto Válvula Rock Apresenta. Com riffs rápidos e esbanjando entrosamento, o quarteto fez um grande um estrago na pista do bar Santa República.

bdc

4º – Forgotten Boys (SP)
13/05/2007

É claro que o principal do show do primeiro evento do Válvula Rock não poderia ficar de fora da lista. Mas este não é o único motivo. Os paulistas do Forgotten Boys estavam em sua melhor forma e trouxeram para Balneário Camboriú a turnê do ótimo disco “Stand By The D.A.N.C.E”. Ainda com Chuck Hipolhito em uma das guitarras, o quarteto provou no John Bull Pub porque era um dos destaques do rock brasileiro naquele ano.

forgotten-boys-02

3º – Macaco Bong (MT)
06/08/2011

Ainda na onda do álbum “Artista Igual Pedreiro”, o Macaco Bong chegou a Balneário Camboriú em sua primeira passagem como atração principal da festa Válvula Rock Apresenta, no bar Santa República. O rock instrumental do trio acabou a noite ovacionado pelo público, que ficou impressionado com o peso e a técnica da banda.

macaco-bong-valvula-agosto-07-2011-3732

2º – Júpiter Maçã (RS)
12/06/2010

Ícone do rock gaúcho, Júpiter Maçã mobilizou um grande número de fãs rumo ao Didge, em Balneário Camboriú, em pleno domingo a noite. Não por menos, fez a alegria de muita gente ao cantar músicas clássicas de sua carreira, como a épica “Um Lugar do Caralho”.

jupiter_14

1º – Matanza (RJ)
16/09/2007

Quem estava entre as mais de 500 pessoas que lotaram o John Bull Pub, em Balneário Camboriú, para ver pela primeira vez um show do Matanza em Santa Catarina tem duas certezas: a primeira é que não cabia mais ninguém lá dentro. A segunda é que o show foi sensacional. Com o público sedento, o Matanza transformou o local no verdadeiro salão do inferno sob o comando do vocalista Jimmy London e do guitarrista Donida, que ainda participava dos shows.

matanza-03